Criminosos estão diversificando seus golpes por telefone. Na semana passada, um cliente da Brasil Telecom de Curitiba recebeu uma ligação a cobrar de uma pessoa que se identificou como funcionário da empresa de telefonia. O golpista disse que ?alguém? teria mexido nas linhas daquela rua e as estaria utilizando de forma ilícita, para ligações caras, até para o exterior. ?Ele perguntou se eu havia recebido a conta com valores altos, eu disse que não. Então ele falou que fazia dois dias que estavam usando a minha linha e que precisaria fazer um serviço para monitorar o telefone, com a intenção de desmascarar o criminoso?, contou a vítima que, desconfiada, desligou. ?Achei estranho ele não saber meu nome, telefone nem endereço?, contou.

Ao procurar a empresa de telefonia, a vítima foi informada de que se tratava de um trote e que a ligação a cobrar fora feita de um celular do Ceará e que esta era a única ligação ?cara? registrada no sistema. A atendente explicou que, na continuidade, os golpistas pediriam a confirmação de dados do cliente, como nome completo, endereço, CPF e RG. Posteriormente, segundo ela, eles entram em contato com a empresa, se passando pelo cliente, e contratam o serviço Siga-me.

A assessoria de imprensa da Brasil Telecom informou que a nova modalidade ainda não era de seu conhecimento, mas confirmou que provavelmente o indivíduo chegaria a pedir os dados da vítima para conseguir o Siga-me. Normalmente, informou a assessoria, os criminosos ligam para o usuário da linha e pedem para ele digitar um código, sob a desculpa de realizar manutenção. Como o telefone fica mudo por alguns minutos até que o Siga-me seja habilitado, os bandidos também utilizam essa tática para aplicar o golpe do falso seqüestro. Segundo a Brasil Telecom, outro golpe praticado pela empresa é a manobra de desligar o telefone de alguém e, em seguida, ?técnicos? disfarçados assaltarem a residência.

Cuidados

A Polícia Militar (PM) orienta as pessoas a nunca repassar informações pessoais por telefone. ?Geralmente estes criminosos pedem a confirmação dos dados da pessoa. A vítima nunca deve fornecer e ainda pedir para que eles façam isso, pois se é mesmo a empresa telefônica, ela deve ter todos os dados em mãos?, alerta o chefe da Comunicação Social da PM, tenente-coronel Jorge Costa Filho. Segundo ele, não há estatísticas sobre os golpes, pois a maioria das pessoas não registra a ocorrência.

As empresas de telefonia orientam a nunca fazer qualquer tipo de operação pelo telefone por meio da orientação de estranhos e pedir o nome e o contato de quem ligou para se certificar depois. Informam ainda que não costumam fazer contatos com clientes para pedir que efetuem procedimentos no aparelho, tão pouco a cobrar. O telefone da Brasil Telecom é 10314. O da GVT é 10325. Para confirmar a identidade de técnicos, a Brasil Telecom orienta que o cliente ligue para 0800-6432529.