A Promotoria de Justiça da Saúde Pública de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, instaurou ontem inquérito civil público para verificar a notícia de que a rede municipal de saúde estaria com problemas na oferta de ultrassonografia à população. Conforme informações divulgadas na imprensa local, haveria uma fila de 1,2 mil pessoas à espera do exame.