O Brasil entregou ontem o relatório da Campanha Nacional da Vacinação contra a Rubéola para a Organização Mundial de Saúde (OMS) e Organização Pan-Americana de Saúde (Opas). O documento será utilizado para a análise da eliminação da doença e da Síndrome da Rubéola Congênita no País.

O Ministério da Saúde realizou a maior campanha de vacinação contra a rubéola já realizada no mundo ao imunizar, nos últimos cinco meses, mais de 67,2 milhões de pessoas.

A meta foi ultrapassada e alcançou 95,79% da população alvo. No Paraná, foram imunizadas 3,23 milhões de pessoas, cobertura que alcançou 92,83% da população do Estado.