Os órgãos do cabo Ricieri Chagas, policial militar morto na tentativa de assalto em Guarapuava na semana passada, salvarão a vida de até oito pessoas, de acordo com o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), que realizou a captação dos órgãos no último fim de semana. Foram colhidos rins, fígado, baço, córneas, coração e linfonodos.

LEIA TAMBÉM:

>> Tudo sobre a noite de terror registrada em Guarapuava

>> Ratinho Jr. decreta luto de três dias após morte de cabo da PM baleado em Guarapuava

O PM foi atingido com um tiro na cabeça na tentativa de assalto a uma transportadora de valores, que aconteceu em Guarapuava, no último domingo (17). Segundo a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do HSVP, a captação aconteceu no sábado (23).

O governo do Paraná atesta que, caso haja interesse em ser doador de órgãos, há a necessidade de se avisar aos familiares próximos, já que serão eles que autorizarão o procedimento. Somente no ano passado, de acordo com o Registro Brasileiro de Transplantes (RBT), o estado teve 412 doações efetivas de órgãos, que auxiliarão em quase 1,5 mil transplantes aos paranaenses.

Velório

Familiares e amigos do cabo Ricieri Chagas puderam se despedir do policial na tarde de ontem (24), na sede do 16º Batalhão da Polícia Militar de Guarapuava. Equipes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros realizaram homenagens simultâneas em todo o estado, em memória ao cabo.

Pantanal

Zuleica está preocupada com Marcelo

Instagramáveis

Saiba onde encontrar as lindas cerejeiras em Curitiba

Novidades da Netflix

Volume 2 de Stranger Things 4 e mais séries e filmes chegam nesta semana

Além da Ilusão

Joaquim termina seu noivado com Isadora