Foto: Lucimar do Carmo

Exercícios certos.

Não é difícil encontrar gente que pratica exercícios físicos sem qualquer orientação. Ao invés de ajudar a melhorar a qualidade de vida, a atitude pode favorecer o aparecimento de uma série de problemas, como deformidades nas articulações e a sobrecarga no coração.

Para lembrar a importância do profissional de educação física, professores e estudantes se reuniram, ontem, na Boca Maldita, em Curitiba, para orientar a população. Quem passou pelo local também pôde fazer vários testes de avaliação física.

Para André Servo membro do Conselho Regional de Educação Física do Paraná, ainda é muito comum as pessoas praticarem atividades físicas de forma errada. ?Tem gente que se exercita apenas uma vez por semana e exagera na dose. Sem orientação, até uma simples caminhada pode trazer problemas?, afirma.

Antes de sair por aí praticando qualquer esporte, Severo diz que é preciso procurar um profissional de educação física para fazer uma avaliação, medir a pressão, verificar o índice de gordura no corpo, verificar a relação peso altura, batimento cardíaco. O profissional também dá dicas de postura, alimentação e uso de roupas adequadas. Esses profissionais podem ser consultados em academias, escolas e também no próprio conselho.

Quem passou ontem pelo centro da capital pôde fazer uma série de avaliações físicas e alguns testes de flexibilidade. Além de participar de atividades recreativas, como a cama elástica, jogos de xadrez, malabares, entre outros. Maria Zanon, 64 anos, aproveitou para fazer alguns testes. ?Sempre faço caminhada e alongamento. Quero ver como está a minha saúde?, disse.