Neste sábado (1º) o licenciamento anual de veículos inicia com o calendário de pagamento de 2020. De acordo com o Detran, os proprietários dos veículos não receberão carta de aviso por motivos de economia. O pagamento, como acontece todos os anos, será feito de acordo com o número final das placas.

Para os carros com placas finais 1 e 2 devem quitar o pagamento em agosto; para placas com fim 3, 4 e 5, o vencimento ocorre em setembro; já os veículos com placas final 6, 7 e 8, o prazo termina em outubro, placas com final 9 e 0 deverão realizar o pagamento em novembro.

LEIA TAMBÉMConcurso para soldado da Polícia Militar e Bombeiro Militar abre inscrições em agosto

É necessário ressaltar que os proprietários dos veículos realizem o pagamento dentro do prazo. “É importante que o cidadão evite circular com o veículo de forma irregular, o que pode acarretar em infração de trânsito”, explica o diretor-geral do Detran, Wagner Mesquita.

A guia de recolhimento pode ser emitida diretamente no site do Detran e tem valor de R$ 85 para todos os veículos. O pagamento pode ser feito nos caixas eletrônicos ou pelo Internet Banking do Banco do Brasil, Santander, Sicredi, Bancoob (Sicoobe) e Rendimento.

O motorista que for flagrado circulando com um veículo que não esteja licenciado estará cometendo uma infração de trânsito gravíssima. O Artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê aplicação de multa de R$ 293,47, perda de sete pontos na CNH e apreensão do veículo.

Certificado digital

A partir do dia 1º de janeiro de 2021, o Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo não será mais emitido em papel-moeda. O documento estará disponível apenas em versão digital e pode ser emitido pelo portal do Detran em formato PDF e impresso em qualquer impressora comum. Também será possível emitir o certificado pelo aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT). O certificado de licenciamento poderá ser emitido três dias após a quitação de débitos do veículo.