O governador Roberto Requião participou na noite de quinta-feira da solenidade de inauguração da Fundação Francisco Constantini, ao lado dos médicos Constantino Constantini, idealizador do projeto, e Adib Jatene. A fundação vai prestar atendimento ambulatorial gratuito na área cardiológica a pessoas carentes e será mantida com doações feitas pela comunidade e iniciativa privada. “Constantini está dando um sentido social muito claro ao seu projeto e o Estado só tem a ganhar com isso. Nós, paranaenses, nos regozijamos com esta iniciativa”, elogiou o governador.

Constantini é argentino, estudou medicina em São Paulo e desde 76 está radicado em Curitiba. Ele foi o responsável pela primeira angioplastia, um procedimento invasivo para a desobstrução de artérias coronarianas, realizada na América Latina, em 79. “Com a inauguração da fundação, eu cumpro uma promessa que fiz ao meu pai, Francisco Constantini, que tinha esse conceito social e que foi o meu maior incentivador para a realização deste projeto”, disse.

A Fundação Francisco Constantini conta com a colaboração de setenta médicos, que vão doar duas horas de trabalho semanais, e com 150 outros profissionais, do quadro funcional da Clínica Cardiológica Constantini, que ficarão liberados algumas horas por semana para suprir os serviços das áreas de enfermagem, nutrição, fisioterapia, administração, recursos humanos e informática. Além da assistência médica à população carente, a fundação atuará também na área de pesquisa e de educação, oferecendo a partir do ano que vem residência em Cardiologia Clínica, já autorizada pelo MEC.