A Secretaria Estadual da Saúde do Paraná confirmou nesta tarde de segunda-feira (20) a primeira morte da nova cepa da gripe H3N2 no estado. A vítima é uma idosa de 77 anos, moradora de Maringá, região Norte. A senhora tinha comorbidades.

De acordo com o secretário da Saúde Beto Preto, não há um surto dessa cepa da Influenza no estado. A senhora que faleceu em Maringá tinha tomado a vacina contra a gripe este ano. Beto Preto explicou que como a cepa é muito nova, a última vacina da gripe não garante a proteção com a vacinação.

LEIA TAMBÉM:

>> Curitiba antecipa mais uma vez dose de reforço. Veja como ficou o calendário

>> Ministério da Saúde reduz de 5 para 4 meses intervalo de dose de reforço contra Covid

“Vacinas nós temos no estoque, mas elas não atingem essa cepa que está circulando. A próxima vacina contra a influenza terá a proteção contra essa nova influenza”, explicou o secretário. De acordo com o último boletim da secretaria, há 20 casos confirmados desta nova cepa no Paraná.

Os casos foram registrados nos municípios de Campo Largo (2), Campo Mourão, Castro (2), Cornélio Procópio, Curitiba, Guarapuava, Maringá, Paranaguá (3), Pato Branco (3), Pinhais (2), Tapira, Toledo e Resende – Rio de Janeiro (diagnosticado no município de Rio Negro, no Paraná). 

Segundo especialistas, não há motivo para alarde, já que há remédios disponíveis para o tratamento da gripe. Desde que indicados por um médico, eles são eficientes para conter esta nova cepa.

Nova novela

Conheça o elenco principal de “Poliana Moça”

Quanto Mais Vida, Melhor

Flavia/Guilherme se esconde no bar de Teca

Além da Ilusão

Davi pede desculpa a Isadora por tê-la beijado

Confira!

John Wick 2 e mais filmes e séries chegam nesta semana na Netflix