As doses referentes ao 16º lote de vacinas encaminhadas pelo Ministério da Saúde ao Paraná serão destinadas para os grupos restantes de idosos e, depois, serão destinadas para um novo grupo. O Paraná recebeu 391.500 doses da Covishield (Oxford/AstraZeneca/Fiocruz) e 14.600 da Coronavac (Sinovac/Butantan) na manhã desta segunda-feira (3). Destas, 116 mil são para finalizar o grupo de idosos. O restante será destinado para um novo grupo, o de pessoas com comorbidades, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência permanente, grupos preferenciais dentro dos planos nacional e estadual de vacinação.

+Leia mais! Tem comorbidade, é gestante ou puérpera? Veja como se vacinar contra a covid-19 em Curitiba

“Nesse momento, as doses que estão chegando são reservadas para casos mais graves, precisamos vacinar aquelas pessoas que têm as chamadas comorbidades mais graves. Dentro da lista de comorbidades, começamos com os pacientes em hemodiálise, pessoas com deficiência, síndrome de down, cardiopatias graves, pneumopatias graves, diabetes mellitus”, disse Beto Preto, ressaltando que estes pacientes devem ter os registros. O Paraná possui 1.328.677 pessoas com comorbidades e gestantes e puérperas e 400.682 pessoas com deficiências permanente graves.

+Leia mais! Vacina Pfizer: tire suas dúvidas sobre o imunizante contra covid-19 que já chegou a Curitiba

A chegada das 32.760 doses de vacinas da farmacêutica norte-americana Pfizer, produzida em parceria com a empresa de biotecnologia alemã BioNtech, foi adiada. As doses estão previstas para desembarcar no Aeroporto Internacional Afonso Pena, na Região Metropolitana de Curitiba, na noite desta segunda-feira, por volta das 19h.

Plano para professores e funcionários da educação

Questionado sobre a situação dos profissionais de educação do Parana, Beto preso disse que um plano está sendo elaborado. “Estamos montando uma proposta para começar a vacinar percentual de todas as classes dos trabalhadores em educação. Professores e servidores. Estamos debatendo com o setori internamento com a secretaria e logo teremos uma proposta que utilizem essas vacinas também”, disse o secretário.