O Governo do Paraná criou mais um programa de assistência social, voltado ao atendimento e promoção de famílias em situação de vulnerabilidade. A Lei nº 20.548 foi sancionada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e prevê ações para ajudar a reduzir a pobreza no Estado.

O programa Nossa Gente engloba ações e projetos como Nossa Renda, Renda Agricultor FamiliarLuz Fraterna, Aluguel Social, Caixa d’Água Boa, Inclusão Produtiva Solidária, Construções de Equipamentos Sociais (Cras e Creas), cofinanciamento aos municípios, Regularização Fundiária e Construções de Moradias.

LEIA TAMBÉM:

>> Quer dobrar as chances de ganhar no Nota Paraná? Saiba onde as compras valem dois bilhetes

>> Jovem que não trabalha nem estuda pode receber auxílio de até R$ 600, prevê plano de Guedes

As famílias incluídas no programa recebem acompanhamento personalizado por um período de dois anos. O plano de atendimento leva em consideração as necessidades de cada família e as especificidades da região onde vive. Nesse período, elas são atendidas por uma rede integrada de proteção, principalmente nas áreas da assistência social, saúde, educação, habitação, agricultura e trabalho.

Com o acompanhamento familiar intersetorial estão sendo atendidas 32.475 famílias; com o Renda Agricultor Familiar a previsão é de atender 1.600 famílias; com o Caixa d’Água Boa são 1.800 famílias beneficiadas; outras 560 serão beneficiadas com a Inclusão Produtiva Solidária; o Aluguel Social contempla 438 famílias; e as construções de casas estão beneficiando 1.450 famílias.

Sob responsabilidade da Secretaria estadual da Justiça, Família e Trabalho, o programa Nossa Gente ainda apoia municípios e famílias na superação da situação de emergência ocasionada pela Covid-19, repassando recursos diretos aos municípios.