Mais três mortes por dengue foram confirmadas no Paraná. De acordo com o boletim da dengue divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) nesta terça-feira (1º), com o registro destes três óbitos, o estado acumula agora 26 mortes pela doença, desde agosto do ano passado, quando começou o atual ciclo epidemiológico (2020/2021).

LEIA MAIS – Curitiba vacinou apenas 23% do público estimado com comorbidades

Conforme a Sesa, os novos óbitos ocorreram no mês de maio e são de mulheres residentes nos municípios de Medianeira, no Oeste (86 anos, com comorbidade), Campo Mourão, no Centro-Oeste (80 anos, com comorbidade) e Maringá, no Noroeste (53 anos, sem comorbidade).

No estado, já são 20.242 casos confirmados da doença desde o início desse registro. O boletim indica ainda 1.507 casos novos em relação ao informe anterior, divulgado na última semana. Já o total de notificações ultrapassou a marca de 80 mil (80.079) em todo o Paraná. Destes, 12.424 permanecem em investigação e 35.648 já foram descartados.

LEIA TAMBÉM – Paraná receberá 397,6 mil doses de vacinas contra covid-19, mas data de chegada é um mistério

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, alerta que a dengue é uma doença grave, que pode ser evitada com a colaboração de todos. “Alertamos a população para ações de combate à doença com a eliminação dos criadouros do mosquito Aedes aegypti, pois os principais focos de transmissão estão nos domicílios e precisamos da participação de todos neste controle”, disse o secretário.