O Paraná recebeu neste sábado (8) mais 57.800 doses da vacina contra a Covid-19. O imunizante é o CoronaVac, produzido em parceria pela farmacêutica chinesa Sinovac e o Instituto Butantan, de São Paulo. Todas as aplicações, referente à 18ª pauta de distribuição do Ministério da Saúde, serão destinadas para o reforço do processo, a chamada segunda dose (D2) – é essa conclusão do ciclo que garante proteção completa contra as formas mais graves da doença.

LEIA TAMBÉM:

>> Pandemia pode voltar a piorar com encontros do Dia das Mães em Curitiba

>> Mais uma nova variante da covid-19 circula pelo país e preocupa autoridades

As vacinas chegaram ao Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, pouco depois das 10 horas. De lá, foram encaminhadas para o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) para verificação, separação e armazenamento, parte do processo de distribuição para as 22 Regionais de Saúde do Estado. 

Essa remessa se soma às 242 mil doses da vacina Covishield, da parceria AstraZeneca/Oxford, entregues nesta quinta-feira (6), e às 67.774 doses do imunizante Pfizer/Comirnaty/BioNtech. Esse lote é composto por 367.574 imunizantes para doses de reforço e início da imunização em grupos prioritários novos, como gestantes, puérperas, pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente. O conjunto de vacinas começa a ser encaminhado no início da semana para os municípios.

Coronavac

O lote deste sábado (8) é formado por 15.919 doses para pessoas de 60 a 64 anos (referentes às pautas 13 e 15), 2.747 para forças de segurança e salvamento (inclusive Forças Armadas) e 33.377 para ajustar a imunização em segunda dose no público prioritário já vacinado com a primeira, como trabalhadores de saúde e idosos, dependendo da necessidade dos municípios. A diferença para o quantitativo total é a reserva técnica. A remessa nacional é composta por 999.900 doses.

O Paraná já recebeu e distribuiu mais de 3,6 milhões de doses. Segundo a secretaria estadual da Saúde, pouco mais de 1,9 milhão de paranaenses já receberam a primeira dose e 1,050 milhão completaram a imunização com as duas doses. Mais de 85% do que foi distribuído foi aplicado.

O Estado começou a vacinar 16 grupos prioritários: indígenas; idosos em Instituições de Longa Permanência; pessoas com deficiência institucionalizadas; trabalhadores da saúde; trabalhadores da segurança pública; forças de salvamento; Forças Armadas; quilombolas; sete faixas etárias entre a população idosa, dos 60 a 64 aos mais de 90 anos; pessoas com comorbidades; e pessoas com deficiência permanente.