Dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública do Paraná (Sesp-PR) mostram que mil pessoas foram assassinadas no estado nos primeiros seis meses de 2022. Neste número estão contabilizadas as mortes decorrentes de homicídios dolosos, lesões corporais e roubos seguidos de morte – os latrocínios. Os dados foram obtidos pela RPC junto à Sesp por meio da Lei de Acesso à Informação.

+Leia mais! Matinhos tem câmeras de monitoramento que mostram as obras na orla ao vivo; confira

Comparados às estatísticas do mesmo período do ano passado, os homicídios cometidos no Paraná entre janeiro e junho de 2022 mostram sinais de estabilidade. No primeiro semestre de 2021 foram registradas 1.008 ocorrências do tipo, um número 0,79% maior.

Os homicídios dolosos, quando é confirmada a intenção do agressor em tirar a vida da vítima, mostram essa mesma tendência, com 962 registros em 2021 e 963 em 2022, alta de 0,1%. Segundo a Sesp, os feminicídios estão incluídos nessa última classificação. Em comparação com o ano passado, esse tipo específico de crime passou de 36 para 30 mortes.

+Viu essa? Lixo de outros estados aqui no Paraná: Por que deputados disseram SIM?

Os latrocínios passaram de 25 para 22 ocorrências, uma queda de 12%. Também foram reduzidos os casos de lesão corporal seguida de mortes, de 21 casos nos primeiros seis meses de 2021 para 15 casos no mesmo período em 2022, redução de 28,5%.