O Paraná receberá nos próximos dias mais 439.340 vacinas contra a Covid-19. A previsão foi anunciada pelo governo estadual no início da noite desta terça-feira (22). As doses fazem parte da 27ª pauta de distribuição do governo federal. São 91.250 vacinas da Janssen, 136.890 da Pfizer/BioNtech e 211.200 da parceria Butantan/Coronavac. A maioria é para primeira aplicação: apenas parte da remessa da Coronavac tem segundas doses.

LEIA TAMBÉM:

>> Unidos pela Vacina arrecadou R$ 30 milhões em doações para ajudar 2 mil municípios

>> Xepa da vacina em Curitiba? Vereadores sugerem cadastro para maiores de 18 anos

Trata-se da primeira remessa de Janssen destinada ao Paraná. Ao contrário das demais, ela exige uma única dose. De acordo com o Ministério da Saúde, este primeiro lote pode ser usado até agosto. A vacina pode ser armazenada por pelo menos 3 meses, em temperaturas de 2°C a 8°C, equivalente a geladeiras normais. Elas são parte do lote de 1,5 milhão entregue nesta terça-feira (22) ao Brasil.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), as vacinas da Janssen devem ser destinadas a trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros; do transporte ferroviário; do transporte aquaviário; e caminhoneiros. Além disso, podem ser destinadas a outros grupos. A Sesa ainda estuda as possibilidades.

A remessa da Butantan/Coronavac também tem parte destinada a trabalhadores do transporte coletivo (11.732), além da continuidade da vacinação em trabalhadores da educação, ensino superior e forças de segurança e salvamento. E as vacinas da Pfizer devem ser destinadas a grupos prioritários já atendidos, como pessoas com comorbidades, e também o público em geral, que está sendo chamado por faixa etária.