Conhecida pela produção de alimentos à base de carne de porco, a Alegra está diversificando para crescer e ampliar o faturamento. Acaba de lançar uma linha de lasanhas congeladas nos sabores frango, calabresa e bolonhesa. São os primeiros produtos da marca que não são feitos a partir da proteína suína.

A indústria paranaense, que tem sede em Castro, nos Campos Gerais, lançou a novidade na feira Mercosuper 2022, realizada em abril, em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. As lasanhas já estão presentes em mais de 170 lojas, nos estados do Paraná e de São Paulo, e a expectativa é de que cheguem às grandes redes supermercadistas ainda no mês de abril, o que deve representar uma presença em mais de 200 novos pontos.

O lançamento faz parte da estratégia da empresa para ampliar o faturamento. A projeção é crescer 20% e faturar, no total, R$ 1,2 bilhão em 2022. O planejamento é que as lasanhas possam representar, nos próximos doze meses, entre 5% e 10% do total das vendas.

Lasanha é um dos primeiros produtos da Alegra a não ter origem suína.
Lasanha é um dos primeiros produtos da Alegra a não ter origem suína. Foto: Reprodução.

De olho na concorrência

“O lançamento das lasanhas representa um fortalecimento da nossa marca em um segmento em que ainda não atuávamos, mas que nossos concorrentes já estavam presentes”, destaca o gerente de marketing da Alegra, Cracios Clinton Consul. “A marca Alegra se fortaleceu nos últimos anos e com as lasanhas podemos aumentar nossa presença no lar dos consumidores. É um produto próximo ao nosso negócio e que nos valoriza no mercado”, explica.

As lasanhas são produzidas por um parceiro da Alegra no estado de São Paulo. Segundo Consul, a Alegra é a responsável pela distribuição do produto e pretende ampliar a presença para o interior do estado de São Paulo, como também no Rio de Janeiro e nos demais estados onde atua. Atualmente, a empresa possui forte atuação em pequenos, médios e grandes estabelecimentos dos Campos Gerais, Curitiba e região metropolitana, Norte e Oeste do Paraná.

Além das lasanhas, a empresa também prevê uma maior diversificação no seu portfólio de produtos para além da carne suína.  Até agora, os principais itens da marca são as carnes de porco inteiras, como a alcatra, costela e picanha suínas e também os industrializados, que incluem paio, calabresa, bacon, linguiça defumada, salames e presuntos.

Criada em 2015, a indústria de alimentos Alegra, é fruto da união das cooperativas de origem holandesa, Frísia, Castrolanda e Capal, que constituem o grupo Unium. Hoje, a empresa emprega mais de 1.700 colaboradores diretos e beneficia cerca de 5 mil famílias dos Campos Gerais. Ao todo 12 linhas compõem o portfólio de produtos além dos cortes disponíveis para exportação para 32 países.

Pantanal

Zuleica está preocupada com Marcelo

Instagramáveis

Saiba onde encontrar as lindas cerejeiras em Curitiba

Novidades da Netflix

Volume 2 de Stranger Things 4 e mais séries e filmes chegam nesta semana

Além da Ilusão

Joaquim termina seu noivado com Isadora