Foto: Valquir Aureliano/O Estado

Igreja fica na Manoel Ribas.

A tradição de benzer carros e motoristas na primeira sexta-feira do ano será repetida amanhã, em Curitiba. Mais de 20 padres estarão a postos em frente à Paróquia Nossa Senhora das Mercês, a partir das 6h, para atender a um contingente estimado em mais de 30 mil veículos. Ao longo do dia, oito missas serão realizadas na igreja para atender quem busca bênção individual.

Esse ritual, que se repete há 55 anos, começou quando os italianos da Vila Santa Felicidade passavam em frente à igreja com as carroças lotadas de produtos para vender no centro da cidade. Eles pediam boas vendas e proteção. Mais tarde, os caminhoneiros adotaram esse costume. "Os caminhoneiros que iriam viajar para longe passavam por aqui para pedir a bênção, pois tinham a sexta-feira como um dia de azar e mau agouro", comentou o responsável pela Paróquia Nossa Senhora das Mercês, frei Alvadi Pedro Marmentini. Em seguida, esse ritual começou a ser adotado por todos os motoristas.

Individual

Mas o padre lembra que benzer o carro é apenas uma programação positiva para o motorista, e que ela não irá livrá-lo de conseqüências perigosas, como andar em alta velocidade e alcoolizado. "Eu sempre digo que a mais de 100 por hora até São Cristóvão (considerado o padroeiro dos motoristas) pula fora", brinca. Frei Alvadi comenta ainda que como vem crescendo a busca por bênção individual, a igreja preparou uma programação especial para atender a esses fiéis. Serão realizadas oito missas – às 6h30, 8h30, 10h, 12h, 15h, 17h, 19h e 20h – e sessão de confissões.

A bênção dos veículos será realizada das 6h às 21h, em frente à igreja, na Avenida Manoel Ribas, bem como nas ruas laterais do prédio -Júlio Perneta e Alcides Munhoz. O padre Alvadi solicitou que os féis procurem passar pelo local no início da manhã para evitar congestionamentos.