Milhares de fiéis participaram ontem da Missa de Lava Pés, que a Igreja Católica celebra tradicionalmente na Quinta-feira Santa. Na capital, a Missa de Lava Pés foi celebrada nas 82 paróquias que compõem a diocese de Curitiba. Na Catedral Basílica, a celebração foi realizada pelo arcebispo metropolitano de Curitiba, dom Moacyr José Vitti.

Para os católicos, a Missa da Ceia do Senhor, ou Missa de Lava Pés, uma das celebrações que antecedem a Páscoa, é realizada para relembrar o gesto de Jesus Cristo na véspera de sua morte. “Ele lavou os pés dos discípulos, numa atitude que reflete a humildade e a posição de servir o próximo”, afirma o vigário paroquial da Paróquia Senhor Bom Jesus dos Perdões, frei Raul da Silva.

Segundo ele, no tempo em que Cristo proferiu suas últimas palavras antes da crucificação, lavar os pés de um visitante poderia significar um gesto de serviço e de acolhida. “O próprio Jesus disse “Eu vim para servir’. É um gesto concreto, já dele que deu a vida por nós”, afirma.

Durante a celebração, o gesto de Cristo é reproduzido. Após a homilia, são lavados os pés de 12 pessoas que simbolizam os apóstolos de Cristo. “Lavar os pés é um sinal de respeito pela pessoa humana e acolhida. Agrada a Deus servir alguém fazer coisa boa ao próximo, principalmente a quem precisa”, afirma o frei.

De acordo com o sacerdote, a ocasião também é oportuna para aludir os grandes eventos da fé cristã, como a última ceia. “Na noite da Quinta-feira Santa, ele deu a primeira comunhão aos apóstolos, instituiu a Eucaristia e mandou a Igreja repetir o gesto”, lembra frei Raul. Segundo ele, a data também marca a instituição do sacerdócio por Cristo.