O Parque Nacional do Iguaçu, na região Oeste do estado, completou neste sábado (10) 70 anos de fundação com uma festa celebrada por 650 convidados. O Parque é mundialmente conhecido pelas Cataratas do Iguaçu. “O Parque Nacional do Iguaçu é o maior patrimônio ambiental do Paraná, sua existência simboliza a riqueza do nosso ecossistema, avaliou o o secretário do Meio Ambiente, Rasca Rodrigues.

No corredor da biodiversidade Iguaçu-Paraná, mais especificamente nos municípios de São Miguel do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu, até 2008 foram plantados mais de 100 mil mudas de plantas nativas para a recuperação de mata ciliar em rios do entorno do parque.

Segundo Irineu Rodrigues Ribeiro, chefe-regional do IAP, as ações de licenciamento e fiscalização beneficiam o parque. “Todos os licenciamentos são feitos em parceria com o Ibama, o Instituto Chico Mendes e outros setores da sociedade. Essa ação integrada sempre evita que qualquer empreendimento seja prejudicial ao parque”, disse.

Uma parceria entre o IAP e o Polícia Ambiental Força Verde ajuda na fiscalização do parque. São 35 policiais que operam nos 185 mil hectares da unidade de conservação, desde 2003. Isto porque, havia um número reduzido de fiscais que operavam no parque.

Para Jorge Pegoraro, chefe do Parque Nacional do Iguaçu, as parcerias entre a unidade de conservação e o IAP são de extrema importância para a proteção do local. “No parque tentamos unir as instâncias governamentais. Nossa parceria com o IAP já é antiga e traz benefícios diretos, principalmente na fiscalização, afinal de contas existem poucos fiscais federais. A fiscalização do IAP e da Polícia Ambiental é imprescindível para coibir a caça e a pesca ilegal na região”.

Festa

Para o aniversário de 70 anos do Parque Nacional do Iguaçu foram programados vários eventos. Nesta pela manhã foi realizado o corte do bolo, lançamento do livro “Meu Vizinho, Parque Nacional do Iguaçu” do jornalista Marcos de Sá Côrrea, e o lançamento de um selo dos Correios alusivo ao 70.º aniversário do parque que será utilizado nas correspondências de Foz do Iguaçu.

À noite acontece a exibição de um documentário com depoimentos de funcionários do parque e a apresentação do projeto “Memórias das Cataratas”, uma exposição com 4 mil fotografias do parque desde da sua fundação, em 1939, com o apoio da Itaipu Binacional.