O tecnólogo em informática Joelson Carlos Gonçalves, morador do Seminário, percebeu no seu dia a dia uma situação perigosa e fez um alerta para os Caçadores de Notícias. Quem passa pela Rua Deputado Nilson Ribas, ligação entre os bairros Seminário e Campina do Siqueira, precisa tomar cuidado. Os pedestres disputam o espaço com os carros diante da falta de calçadas em alguns trechos.

Quando elas existem, não estão padronizadas e podem causar dificuldades para aqueles que usam cadeiras de rodas. O problema afeta os moradores da região e parte dos familiares de alunos da Escola Especial Ali Bark, que fica na Rua Vicente Pontarolla, que corta a Rua Deputado Nilson Ribas.

Joelson conta que, no final da tarde, algumas mães vão pegar seus filhos na escola especial e andam pela Rua Deputado Nilson Ribas. Quem vai a pé precisa enfrentar os carros e ônibus que circulam na via, que tem um tráfego intenso. Em alguns pontos, além da falta de calçada, a rua tem um estreitamento, criando ainda mais insegurança. “Não existe divisão entre o que é rua e o que seria o espaço da calçada. Tem que dividir mesmo a rua com os veículos, colocando em risco esta caminhada”, comenta.

A quantidade de mães ou familiares que pegam os filhos na escola especial é pequena em relação àqueles alunos que retornam para casa de ônibus ou de van. De qualquer maneira, há riscos no local para qualquer pedestre. A equipe dos Caçadores de Notícias flagrou ontem uma mãe com o filho caminhando pela rua. Quando passou um carro, em um trecho mais estreito da via, ela chegou a fazer um movimento brusco de reflexo como se o carro fosse atingí-la.

Felipe Rosa
Joelson: não existe divisão entre rua e o que seria calçada.

Joelson fez cinco ligações para a Central 156 da Prefeitura de Curitiba entre o final de 2012 e o início de 2013. Além de alertar sobre o que a falta de calçadas pode gerar na região, ele reclamou da condição do pavimento da Rua Deputado Nilson Ribas, que está cheio de remendos. “Em uma das ocasiões, a resposta foi de que uma obra aqui dependia do orçamento. Em outra, disseram que eu tinha que fazer uma denúncia dos moradores que não tinham calçada”, conta.

Obra é prioridade, mas não tem recurso!

A Prefeitura de Curitiba informou que as regionais da cidade listaram as ruas em condições precárias para futuras intervenções. Na Regional de Santa Felicidade, que responde pelo Seminário e Campina do Siqueira, a Rua Deputado Nilson Ribas foi colocada como prioridade número um. A listagem foi encaminhada para a Secretaria Municipal de Obras Públicas, que está analisando os pedidos.

As obras dependem de previsão no orçamento, o que não existe agora e, por isto, não há qualquer previsão para intervenção na via. A solicitação da regional é de que seja usado o equipamento chamado recicladora, que retira toda a camada do asfalto para a colocação de uma nova. A obra incluiria a reforma das calçadas e paisagismo, o que atenderia a demanda da população.

Felipe Rosa
Nos trechos em que existe calçada, há outros tipos de obstáculos.

Veja no vídeo o problema.