Representantes do Ministério Público do Paraná e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) discutiram ontem critérios de análise e execução dos Planos Municipais para Gestão dos Recursos Hídricos. Os planos deveriam ter sido entregues à Sema até o dia 30 de setembro, no entanto, até agora apenas 27 municípios o fizeram.

O Ministério Público deve analisar quais sanções podem ser empregadas contra os gestores que não entregar em os planos, que devem conter um diagnóstico da situação dos recursos hídricos e metas de racionalização de uso, adequação da oferta e melhoria da qualidade da água.