As reintegrações de posse das fazendas do Grupo Atalla, que administra a Usina Central do Paraná, continuou ontem. A Polícia Militar concluiu a desocupação da Fazenda Palhetas às 16h30 e retirou 30% dos manifestantes da Fazenda de Itaverá, em Alvorada do Sul.

Eles fazem parte da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) e estavam acampados no local desde o início do ano. “A fazenda é extensa e tem muitos manifestantes instalados. A demora para a desocupação é devido à destinação das pessoas para seus locais de origem, que está sendo feita pela Usina”, explica o tenente-coronel Luiz Carlos Deliberador, comandante da operação.

O grupo disponibilizou caminhões para que as famílias possam levar seus pertences. Na quinta-feira, primeiro dia da operação, cerca de dez pessoas foram feridas por balas de borracha em um confronto com os policiais depois que um dos manifestantes, Celso Damasceno, foi preso. Alguns soldados também teriam sido feridos pelos manifestantes e uma das viaturas policiais foi apedrejada.