Secs
Governador visitou as obras e garantiu
que a rodovia não será pedagiada.

As obras de duplicação da PR-467, rodovia que liga Cascavel a Toledo, no Oeste do Paraná, serão concluídas até novembro do ano que vem. A garantia foi feita pelo governador Roberto Requião durante vistoria que fez às obras. “Os serviços estão em dia e os recursos garantidos para todo o cronograma”, destacou.

O governador também rebateu boatos de que, ao final da obra, a rodovia poderia ser pedagiada. “Essa rodovia permanece pública. Junto com a duplicação, estamos também licitando a recuperação de 1.800 quilômetros de rodovia em todo Paraná”, acrescentou.

De acordo com o cronograma do DER, as empreiteiras responsáveis por dois lotes da rodovia concluíram todo o serviço de limpeza da área para a segunda via, estão com 80% do trabalho de drenagem concluídos e 45% da terraplenagem executados.

A duplicação dos 45 quilômetros do trajeto está recebendo investimentos de R$ 20 milhões do governo do Paraná. As obras começaram em abril e devem estar concluídas em um ano. A rodovia está no centro de uma das regiões agrícolas mais produtivas do País, e a construção da nova pista é uma das prioridades do governador Roberto Requião.

Os agricultores da região vêem os serviços com otimismo e expectativa. O produtor Luis Piva, dono de um sítio à beira da rodovia, diz que a duplicação vai ser um alívio para quem usa diariamente a estrada. “Isso aqui é muito movimentado, muito perigoso”, avalia. “Tenho certeza que a estrada duplicada vai ajudar muito”.

Piva saiu do Sudoeste para morar em Cascavel e conta que já perdeu familiares em um acidente na via: “A ocorrência de acidentes aqui é grande, quase todos que moram na região conhece alguém que já se acidentou na rodovia”, lembra. “À noite, o perigo aumenta. Por enquanto, o melhor é viajar de dia”.