A Praça Oswaldo Cruz, que fica no Centro de Curitiba, será reformada, melhorando as condições de uso do Centro de Esporte e Lazer Dirceu Graeser. A Prefeitura assinou convênio com a Caixa Econômica Federal, que repassará R$ 2,93 milhões do Ministério do Esporte para a obra. A contrapartida da administração municipal será de 8% deste total, o equivalente a R$ 235.081,79. Em breve será aberta licitação para a realização das obras.

As obras na Praça Oswaldo Cruz devem ser concluídas até o final de 2014.  No projeto de reforma constam a troca do telhado do ginásio – que vai solucionar problemas como goteiras e também falta de isolamento térmico -, a troca do piso da quadra (interditada para uso para atividades sistemáticas desde abril de 2012), a construção de cobertura para a piscina – melhorando as condições de uso pela população durante o inverno, e outras pequenas intervenções, principalmente nos vestiários.

De acordo com o secretário municipal de Esporte, Lazer e Juventude, Aluisio de Oliveira Dutra Júnior, as obras são importantes para o futuro do esporte em Curitiba e a reforma no espaço destinado à piscina vai resultar em economia para o município. “Projetamos uma economia de R$ 3 mil por mês na conta de gás, que é utilizado para aquecer a água da piscina”, afirmou Dutra Júnior.

Copa

Para o secretário municipal, a assinatura do convênio corrige uma falha da gestão passada que não inseriu as obras da Praça Oswaldo Cruz no projeto do PAC da Copa. “Esse esquecimento fez com que tivéssemos que buscar em Brasília os valores para a realização de uma obra tão importante e que poderia estar pronta até a Copa do Mundo de 2014”, disse Dutra Junior. “Quando assumimos sequer havia projeto de reforma para a praça, que está com a quadra interditada desde 2012, e também não tinha previsão orçamentária. Em dez meses, aprovamos o projeto e conseguimos os recursos.”, disse o secretário.