Cento e oitenta prefeitos de municípios paranaenses estão tirando todas as dúvidas sobre as formas de acesso à segunda edição do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal.

Cidades com até 50 mil habitantes poderão receber recursos para pavimentação, urbanização de assentamentos precários e máquinas para a manutenção de estradas vicinais. Estas são as primeiras ações estipuladas para este grupo de municípios dentro do PAC 2.

Os prefeitos se reuniram ontem, em Curitiba, com integrantes do governo federal e da Caixa Econômica Federal para discutir como é possível assegurar recursos. “A gente quer que todos os municípios tenham a chance de acessar os recursos. Queremos que os pequenos municípios se preparem melhor para poder participar, senão ficam apenas para os grandes”, explica Olavo Noleto, subchefe de assuntos federativos da Presidência da República. As obras de infraestrutura urbana e social não terão qualquer contrapartida financeira dos municípios.