Depois de nove meses, a Prefeitura de Curitiba iniciou, ontem, a construção da nova ponte da Avenida Salgado Filho sobre o Rio Belém, no bairro do Guabirotuba. A obra terá quarenta metros de comprimento, com pista de rolamento de catorze metros de largura, mais dois metros de passeio de cada lado, para garantir a segurança de pedestres e ciclistas. A conclusão da obra está prevista para 180 dias.

A construtora Pussoli S.A., responsável pela obra, iniciou ontem os trabalhos no local. O projeto da Prefeitura prevê a construção de um bolsão com vias marginais de acesso ao viaduto da Salgado Filho nos dois lados da BR-116. Atualmente o tráfego na ponte é precário, com os carros transitando em meia pista nos dois sentidos. Ela é a principal ligação entre o Guabirotuba e o centro da cidade.
A ponte foi interditada, parcialmente em outubro do ano passado, em função de problemas nos pilares centrais. Isso aconteceu pelo tempo de vida útil e do tráfego intenso de veículos. Por dia, passam cerca de 15 mil veículos pelo local. Em dezembro, a Prefeitura construiu uma ponte provisória de madeira sobre o Rio Belém, restabelecendo o tráfego nos dois sentidos e evitando que os motoristas precisassem buscar caminhos alternativos. Só estava permito o tráfego de veículos de até 1,8 toneladas, e os caminhões são desviados. O início das obras foi comemorado pelos moradores e comerciantes da região, pois a interdição parcial trouxe transtornos para quem precisa cruzar a via. Os moradores reclamam que apenas placas haviam sido colocadas no local, que não oferece segurança de tráfego nem para motoristas, nem para pedestres. O vendedor de uma loja de materiais de construção instalada na esquina da avenida, Wagner Marchiori, disse que com a interdição da ponte o movimento caiu em 60%. “Espero que com a conclusão da obras o movimento volte ao normal”, disse.