O presidente da Sanepar e da Aesbe (Associação das Empresas de Saneamento Básico Estaduais), Stênio Jacob, propôs em Brasília que pelo menos parte dos recursos da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento PAC-2, destinados ao setor, sejam empenhados ainda este ano, como forma de garantir sua aplicação em 2011.

Stênio entregou a proposta ao secretário nacional de Saneamento, Leodegar Tiscoski, no Ministério das Cidades, na companhia de presidentes e diretores das empresas de saneamento de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo.