União da Vitória – Olhos e ouvidos atentos para compreender um assunto delicado: doenças sexualmente transmissíveis (DST?s), Aids e gravidez na adolescência. Buscando a prevenção, um grupo de seis estudantes bolsistas do 6º período do curso de Enfermagem da Unidade de Ensino Superior Vale do Iguaçu (Uniguaçu) ministra palestras para adolescentes do ensino fundamental e médio, em duas escolas de União da Vitória e Porto União.

Os estudantes Arlete W. Correia, Clarice Lourdes Soares Oszust, Itamar Weiwanko, Júlio Nunes Júnior, Maria Luciana Sidor e Wanderléia Agda R. Angelino, que se preparam desde maio, com a coordenação das professoras Olga E. Duarte Gomes Pereira e Marly Della Latta Maffezzolli, ministraram palestras para cerca de 600 pré-adolescentes e adolescentes do Colégio Estadual Bernardina Schleder (de União da Vitória) e aproximadamente 20 alunos do Colégio Cosmos (de Porto União), de 11 a 14 anos. “Mais seis escolas municipais convidaram o grupo para proferir as palestras”, explica a estudante Wanderléia, que conta que a intenção dos acadêmicos é concluir o ciclo de palestras até outubro. “O grupo todo está adorando a troca de conhecimentos”, destaca Júlio. Arlete ressalta que, por ser um assunto não muito debatido em casa, a participação dos estudantes é cem por cento positiva, já que se sentem mais à vontade para sanar as dúvidas por meio de perguntas escritas.

O grupo utiliza-se de equipamentos audiovisuais (vídeos e slides), panfletos e fazem até a demonstração de como se deve usar os métodos contraceptivos. “Orientamos também para procurarem os postos de saúde”, contam. De acordo com os estudantes, a prática, que contribui para a complementação da carga horária de Atividades Complementares e Sociais (ACS), tem auxiliado também na desinibição. “Para a vida profissional ajuda bastante”, considera Luciana, e sua colega Clarice complementa: “Serviu de experiência para a gente perder a timidez de falar em público”.