A primavera começa amanhã, com chuvas fortes e trovoadas em todo o Paraná. Mas não será esse o tom da nova estação. Segundo a previsão do Instituto Tecnológico Simepar, os próximos três meses serão marcados por precipitações rápidas, com volume abaixo da média histórica, e aumento gradativo da temperatura média. Após o inverno com frio rigoroso e muita chuva, a tendência é que o clima esquente à medida que se aproxime o fim do ano. Massas de ar frio podem provocar alguns dias gelados.

De 22 de setembro a 21 de dezembro, os dias devem ser mais longos. Em Curitiba, o volume de chuvas vai variar entre 125 a 175 milímetros por mês. Podem ocorrer pancadas rápidas de chuvas em dias quentes e abafados. Rajadas de vento e chuva de granizo também fazem parte da estação.

Instabilidade

De acordo com o meteorologista Paulo Barbieri, do Simepar, a distribuição de chuva será bem regular em todo o Estado. Não há previsão do El Niño ou La Niña, para os próximos três meses. Em outubro, a temperatura mínima média prevista é de 12 graus e a máxima, de 22. Em novembro varia de 13 a 23 graus, e em dezembro, já próximo do verão, a mínima deve ser de 15 e a máxima de 25 graus.