O primeiro suspeito de envolvimento na tentativa de assalto a uma empresa de transporte de valores de Guarapuava foi preso pelas forças de segurança do Paraná nesta tarde de segunda-feira (18). O ataque aconteceu durante a noite de domingo (17) e madrugada desta segunda e deixou moradores da região assustados com tamanha violência.

O homem detido é da própria cidade e, segundo a investigação, está ligado à parte logística de fornecimento de armas à quadrilha, formada por cerca de 30 criminosos. O caso está sob apuração da Polícia Civil do Paraná. O material coletado até o momento será cruzado com impressões digitais nos bancos de dados da própria polícia.

LEIA TAMBÉM:

>> Terror em Guarapuava! Mais de 30 criminosos tentam invadir empresa de valores; Policiais e moradores ficam feridos e até Exército foi chamado

>> Quadrilha “esquece” arma pesada de uso restrito em árvore após noite de terror em Guarapuava

A Secretaria de Estado de Segurança Pública confirmou que doze veículos usados pelos bandidos já foram localizados – quadro deles queimados e usados como barreiras pelos criminosos. Nove armas, pistola, carregador, munições, capacetes e coletes balísticos, balaclavas, facas, celulares, lanternas, placas de veículos e R$ 1,4 mil em espécie foram localizados e apreendidos.

Megaoperação em busca dos suspeitos

A polícia trabalha atualmente com 60 integrantes do batalhão regional e outros 200 policiais, que atuam na cidade especialmente em busca de mais suspeitos. Três helicópteros do Estado também estão dando suporte à operação, assim como equipes com cães.

“Vamos seguir aqui até que o caso seja solucionado, garantindo tranquilidade à população de Guarapuava”, afirmou o coronel Hudson Leôncio Teixeira, comandante-geral da Polícia Militar do Paraná.  “Os indivíduos tentaram acessar os cofres, mas não conseguiram. Eles fizeram disparos contra nossos policiais e, na fuga, abandonaram veículos e armamento”. 

Quadrilha tenta invadir empresa de valores e aterroriza Guarapuava

Uma investida de 30 bandidos contra uma empresa de transporte de valores em Guarapuava aterrorizou moradores na madrugada desta segunda-feira (18). Foram muitos tiros, acessos fechados, além de policiais e moradores feridos.

Segundo a prefeitura da cidade, ao menos três moradores ficaram feridos, além de dois policiais. Houve confronto e os marginais, para tentar atrapalhar o trabalho da polícia, queimaram veículos em rodovias e em frente ao Batalhão de Polícia Militar da cidade. O Exército foi acionado para ajudar na segurança da cidade.

Pantanal

Juma atira nos pés de Jove

Loterias

Veja o resultado das loterias desta terça-feira!

Inverno Chegou

Veja como será o primeiro dia de inverno em Curitiba

Além da Ilusão

Lorenzo declara seu amor por Letícia