Professores da rede estadual de ensino decidiram em assembleia, realizada na manhã deste sábado (05), aceitar a proposta do governo do Paraná para reajuste salarial de 19,55%. O aumento será feito em três parcelas, em maio, julho e outubro.

Também foi aceita em assembleia a implantação de 33% da jornada de trabalho como hora-atividade em janeiro de 2013. A categoria entendeu que houve avanço em relação à primeira proposta feita pela Secretaria de Estado da Educação (Seed), de implantação gradual a partir do ano que vem.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) reivindicava implantação imediata dos 33% hora-atividade. Atualmente, a proporção é de 20% da carga horária. A hora-atividade é o tempo extraclasse para o professor preparar aulas, corrigir provas, fazer atendimentos e atualização.

“Nós queríamos a implantação já, mas entendemos a necessidade de concurso público”, explicou a professora Marlei Fernandes, presidente do APP-Sindicato. O governo do Estado expôs que, para aplicar os 33%, é preciso aumentar o quadro de professores com um novo concurso público.