Um projeto do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran), em parceria com o Batalhão da Polícia de Trânsito (BPTran), apresenta o trabalho dos órgãos a alunos do ensino fundamental e médio de Curitiba e Região Metropolitana.

A ideia do “Conhecendo o Detran e BPTran” é falar sobre segurança e educação aos futuros motoristas, ao mesmo tempo em que mostra, durante uma visita, os diferentes aspectos envolvidos na construção de um trânsito melhor.

“A intenção é explicar às crianças como o trânsito se organiza, quais são os serviços dos órgãos executivos e o papel de cada pessoa para a segurança nas ruas e estradas. Além disso, queremos contribuir com a construção da ética e cidadania dos estudantes”, explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

De acordo com ele, as visitas devem mostrar a atuação do Departamento. “Os alunos vão conhecer o trabalho do Detran na formação de condutores, a preocupação com o destino dos carros apreendidos nos pátios, o processamento e armazenamento de documentos, os estudos para implantação de sinalização viária, entre tantos outros”, completa.

Novidades

Os primeiros a participarem do projeto foram os alunos do Centro de Educação Infantil Professora Maria Augusta Jouve, da Capital. As 80 crianças que cursam o 5º ano do ensino fundamental conheceram na última semana a vistoria e o exame prático de direção do Detran, além das instalações e veículos do BpTran e o pátio de veículos dos dois órgãos.

“Foi muito bacana. Nem mesmo eu sabia que havia tanta coisa diferente para conhecer. Acredito que será uma experiência que vai ficar na memória e que as crianças vão levar aos pais”, conta a professora Elisandra Kotovicz, que acompanhou o grupo.

Para ela, as crianças têm o poder de ajudar na reeducação dos adultos e os alunos devem repassar os conhecimentos. “Tudo aquilo que as crianças aprendem também querem ensinar. Nós, como professores, precisamos muito desse tipo de informação porque eles estão crescendo e agora é o momento mais propício para ensinar os direitos e deveres que vão trazer reflexos no futuro”, destaca.

Pensando nisso, cada aluno recebe um Bloco de Minimultas, uma brincadeira criada pelo Detran que permite que elas observem as infrações de trânsito cometidas por familiares e amigos e exijam sanções como balas e chocolates.

“Toda abordagem educativa tem, como finalidade, orientar o cidadão, seja ele motorista, pedestre ou ciclistas e, assim, estimular uma convivência mais harmoniosa no trânsito”, explica o soldado Gerson Teixeira do BpTran.

No Batalhão, as crianças podem conhecer as motos e viaturas usadas pelos policiais, testar e entender o funcionamento do aparelho de bafômetro e conhecer as instalações do prédio.

No pátio de veículos apreendidos, elas descobrem os carros que sofreram acidentes e a razão de estarem completamente destruídos, um aviso do que deve ser evitado.

Os alunos ainda realizam a simulação de uma vistoria, junto com um servidor do Detran, para aprender sobre como manter os veículos boas condições de uso e, para finalizar, recebem jogos e cartilhas educativas para colorir.

“Os jogos e brincadeiras reforçam o aprendizado de forma lúdica. A criança pode interagir com os amigos e com a própria família, transmitindo regras e comportamentos adequados no trânsito. Os cadernos de colorir também ajudam nas questões psicomotrocidade e trabalham a capacidade de expressão”, conta o gestor do projeto e psicólogo da Coordenadoria de Educação para o Trânsito do Detran, Fabiano Xisto Correia.

As escolas que tiverem interesse em participar do projeto podem entrar em contato c,om o Detran pelo e-mail educacao@detran.pr.gov.br.