Utilizar a música para desenvolver a percepção das crianças. Esse é um dos objetivos da musicalização. Ontem, o curso de Licenciatura em Educação Musical da Universidade Federal do Paraná (UFPR) realizou, em Curitiba, o Dia da Musicalização. Durante todo sábado, crianças de zero a dez anos estiveram no Departamento de Artes da instituição participando de um projeto piloto do que deve se tornar num curso de musicalização para crianças com turmas fixas. A idéia é que o curso seja aplicado por alunos com a coordenação dos professores.

A professora Beatriz Ilari explicou que a música ajuda na concentração das crianças. “Ela desenvolve as percepções auditiva, rítmica e melódica. Além de ajudar as crianças a criar uma preferência seletiva em relação às musicas que vão ouvir durante sua vida”, contou. Beatriz destacou que em países mais desenvolvidos o uso da musicalização para o desenvolvimento das crianças já é algo tradicional.

O curso de licenciatura em Educação Musical possui apenas três anos de existência. É a primeira vez que o programa é voltado para as crianças. Mas outros programas já vem levando à música para diversos setores da sociedade. “Fizemos aulas de apreciação musical nas ruas da Cidadania. Tudo faz parte do projeto Música para todos”, contou a chefe do Departamento de Artes da UFPR, Bernardete Zagonel. Ela destacou que mercado de trabalho para os futuros profissionais que sairão do curso é grande. “A Lei de Diretrizes e Bases (LDB) da Educação prevê que todas as crianças tenham ensino de artes. As escolas, tanto públicas como particulares, são um grande mercado”, revelou. Bernardete citou que a musicalização também tem influência positiva quando usada com adolescentes e adultos.