Projeto de pesquisa da Universidade Estadual de Maringá (UEM) sobre feijoeiro foi aprovado pela Capes/MEC e pelo Ministério da Educação Superior de Cuba, juntamente com outros 16, durante reunião do Programa de Cooperação Científica entre instituições de ensino superior dos dois países, realizada em Havana, no mês passado.

Denominado ?Utilização de marcadores moleculares para a avaliação de cultivares locais e comerciais de Phaseolus vulgaris L. que diferem na tolerância a estresse abiótico?, o projeto será coordenado pelas professoras Maria Celeste Gonçalves Vidigal, do Departamento de Agronomia da UEM, e Amália Dominguez Suárez, da Universidade de Matanzas Camilo Cienfuegos, de Cuba.

A pesquisa pretende gerar conhecimentos e tecnologias que produzam avanços na produção sustentável de feijoeiro comum, em diferentes zonas agroecológicas e em função das culturas alimentícias locais, tanto em Cuba como no Noroeste do Paraná. Os trabalhos propiciarão o intercâmbio de docentes e discentes de pós-graduação, com visitas técnicas e estágios entre as duas instituições, envolvendo os programas de Pós-Graduação em Agronomia e em Genética e Melhoramentos da UEM. Com início previsto para março do próximo ano, o projeto terá a duração de dois anos.