Estudantes, servidores e docentes de todo o País realizam hoje uma mobilização contra a reforma no ensino superior. Em Curitiba, a manifestação contra a reforma universitária ocorre na Praça Santos Andrade, a partir das 11h.

Ontem, durante o Encontro Paranaense contra a Reforma Universitária, palestras foram realizadas com estudantes da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Uma carta também foi enviada aos docentes da instituição, convocando-os para o movimento de hoje. Segundo um dos trechos da carta, “o governo Lula fez sua opção, salvar os empresários da educação e deixar a Universidade Pública à míngua”. O documento também incentiva os docentes a não marcarem avaliações e, se possível, dispensarem os estudantes das aulas nos próximos períodos.

Segundo a Associação de Professores da UFPR (APUFPR), com a reforma, R$ 3,5 bilhões de verbas públicas estão sendo transferidos para universidades particulares. Se esse dinheiro fosse investido nas instituições federais, poderiam ser abertas mais de 900 mil novas vagas. No dia 25, será realizada em Brasília uma marcha contra a reforma universitária.