A importância e a participação cada vez maior do profissional da Psicologia na sociedade. Essa foi uma das grandes reflexões feitas durante o X Encontro da Abrapso (Associação Brasileira de Psicologia Social) da Regional Sul, que terminou ontem, em Curitiba. O evento teve a participação de mais de oitocentas pessoas, entre profissionais e estudantes do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O tema do evento foi “A Psicologia Social em Movimento e a Realidade Brasileira: por onde e para onde caminhamos”.

Segundo a vice-presidente do evento, Maria Angélica de Moura, uma das grandes constatações do encontro foi a participação dos profissionais e acadêmicos na produção científica. Durante os três dias do encontro foram apresentados 540 trabalhos, divididos em mesas-redondas, sessões coordenadas, temas livres e apresentação de posters. “Isso é uma demonstração de que o profissional está cada vez mais voltado para a realidade da sociedade”, avalia.

E essa interação com todos os segmentos da sociedade tem sido a grande marca da profissão nos últimos anos. De acordo com Maria Angélica, a multiplicidade de lugares que o psicólogo pode se inserir fez com que os profissionais ganhassem maior visibilidade. “É uma busca não só do nosso saber, mas de como inserir esse conhecimento em rede, ou seja, trabalhando junto com outras profissões”, pondera. Para ampliar ainda mais essa visão, vem se discutindo a inserção dos acadêmicos, desde o início do curso, nos mais variados segmentos culturais. “É uma oportunidade de colocar o aluno em contato com a realidade, dando condições para ele escolher sua linha de atuação”, explica.

Um encontro nacional irá acontecer de 12 a 15 de outubro, em Belo Horizonte (MG). O tema central será os “Múltiplos Lugares de Produção e Ação da Psicologia Social”. Já o encontro da Regional Sul deve acontecer em 2006, em Passo Fundo (RS).