Vania (esq.) e Marlli (dir.) com
a colega Beatriz França.

Na busca de um aperfeiçoamento técnico e cientifico sobre os estudos odontológicos, a Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Paraná está criando um Banco de Dentes. O setor ficará responsável pela coleta, seleção, preparo e preservação de dentes doados.

De acordo com a professora Marili Deonízio, o Banco de Dentes fornecerá materiais para utilização em pesquisas in vitro ou in vivo, de forma padronizada, além de testar novos materiais e métodos restauradores para o uso no ensino de graduação e pós-graduação. “O reaproveitamento de dentes humanos, decíduos (provisórios) e permanentes, em pesquisas científicas, existe há muito tempo. Nos meios acadêmicos, esse procedimento já tornou-se rotina”, afirma Marili.

Segundo as professoras da PUC-PR, a criação do banco também tem a finalidade de impedir a comercialização de órgãos dentais e prevenir os riscos de contaminação pelo armazenamento e manipulação inadequada de elementos dentais em consultórios e residências. “Vamos promover campanhas para conscientizar a população da importância da doação de órgãos dentários extraídos por indicação profissional”, ressalta a professora Vânia Portela Ditzel.

Os interessados em doar podem obter mais informações pelo telefone (41) 330-1515, ramal 2525.