O governo do estado faz um apelo à população para reforçar os cuidados na hora de descartar o lixo para evitar o contágio do coronavírus. De acordo com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano e Turismo, o volume de lixo doméstico dobrou em todo o Paraná com a quarentena da população. O que exige ainda mais atenção no descarte.

A primeira orientação é para que o lixo seja depositado em embalagens mais resistentes ou o uso de dois sacos para que os resíduos não fiquem espalhados no chão. Outra orientaço para que o saco de lixo não se rompa é de preencher apenas 2/3 de sua capacidade.

LEIA MAIS Polícia alerta para golpe de app sobre coronavírus que bloqueia celular

“Essas atitudes reduzem o risco de contaminação de doenças, pentre elas, a disseminação do coronavírus. Principalmente entre os trabalhadores da coleta de lixo durante o manuseio e armazenamento”, afirma o secretário de Desenvolvimento Urbano, Márcio Nunes, que é presidente do R-20, grupo com representantes dos 399 municípios paranaense que trata de ações de logística reversa.

O secretário ainda ressalta a necessidade de cuidar de quem continua trabalhando pela população. “Como tratamos o nosso lixo é muito importante para não colocarmos em risco a vida de mais paranaenses. Se cada um fizer sua parte, estaremos todos protegidos”, enfatiza.

Mais lixo

O coordenador de Projetos Sustentáveis do governo do estado, Charles Carneiro, explica que os restaurantes e comércio pararam de funcionar, mas as pessoas estão produzindo mais lixo em casa. Parece ser uma transferência simple, mas a situação é mais complexa.

VEJA TAMBÉM – Caixa dá dois meses de pausa em prestações; saiba como solicitar

“O agravante é que esses setores compram no atacado e a aquisição da sociedade civil é no varejo. As pessoas em casa geram muito mais material de acondicionamento de produtos, assim como sobras e aquilo que não é aproveitável, aumentando o volume”, explica.

Carneiro ressaltaque outros aspectos, como mudanças de hábitos, excesso de estoque e maior interrupção no trabalho, também elevam a produção diária de lixo.

Aterros


Ainda com o objetivo de preservar a saúde da categoria, a Secretaria está possibilitando que as associações de catadores e municípios, caso tenham interesse, possam descartar material reciclável diretamente nos aterros sanitários, temporariamente, para reduzir o risco dos trabalhadores.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: