O governador Beto Richa anunciou que aplicará nos municípios paranaenses menos desenvolvidos os R$ 110 milhões devolvidos pela Assembleia Legislativa aos cofres do Estado.

Os recursos são resultado da economia feita com a reorganização administrativa promovida pelo legislativo ao longo do ano. Um cheque simbólico com o valor foi entregue nesta quarta-feira (19) ao governador pelo presidente da Casa, deputado Valdir Rossoni.

Durante a cerimônia, foi formalizada ainda a transferência ao Estado de imóveis da Associação Paranaense das Senhoras dos Deputados Estaduais (Apasde), extinta por suas integrantes em abril. Avaliados em R$ 15 milhões, os imóveis serão incorporados aos ativos da ParanaPrevidência. “São medidas que auxiliarão o Estado na implementação de ações importantes para a população.”, disse Beto Richa.

“Os recursos serão revertidos em obras nas cidades com baixo Índice de Desenvolvimento Humano – IDH. O Paraná realiza um esforço para garantir mais investimentos públicos e privados nas regiões mais pobres do Estado”, afirmou Richa.

De acordo com o deputado Rossoni, a devolução dos recursos ao governo foi possível graças a um conjunto de medidas administrativas que inclui a redução do número de funcionários, revisão de contratos e cortes da cota de combustíveis e de gratificações indevidas pagas a funcionários, entre outras.

No ano passado o Legislativo paranaense já havia devolvido cerca de R$ R$ 90 milhões ao governo estadual. Os recursos foram aplicados em saúde, segurança e assistência social.