No Parque Barigui, os resíduos das obras de desassoreamento, dos açudes de contenção e da passarela, também contribuíram para o transbordamento do Rio Cascatinha. Na sede da Secretaria de Defesa Social, vinculada à Guarda Municipal, desde sexta-feira os móveis e aparelhos estão erguidos. “Depois que desviaram o Rio Cascatinha, em 2002, aqui sempre enche de água. Já perdemos geladeira e alguns equipamentos, por isso a solução é tentar se antecipar”, conta o auxiliar de serviços gerais, Alfredo Soares Neto.

A Copel informou que até o final da noite todas as unidades de consumo de energia que ficaram sem luz teriam o abastecimento normalizado. Do mesmo modo, a Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) garantiu que os agentes de trânsito trabalhariam à noite nos reparos dos cruzamentos afetados.