A Secretaria Estadual de Saúde do Paraná (Sesa) está monitorando seis passageiros que desembarcaram no Paraná após chegarem ao Brasil em um voo vindo da África do Sul – um dos passageiros deste voo internacional, um brasileiro, testou positivo para a Covid-19. Além do monitoramento, a Sesa também está recomendando uma espécie de quarentena, um isolamento de 14 dias aos passageiros vindos de países onde está se registrando a nova variante “Omicron” da Covid-19.

LEIA TAMBÉM:

>> Depois de Paranaguá, Antonina também decide cancelar o Carnaval 2022

>> Ômicron traz risco global “muito alto”, diz OMS sobre a nova variante do coronavírus

De acordo com a Sesa, esses seis passageiros vieram em voos domésticos de São Paulo e desembarcaram no Paraná nos aeroportos de Foz do Iguaçu e São José dos Pinhais. Consultada pela Gazeta do Povo, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Curitiba confirmou que pelo menos um destes passageiros é morador de Curitiba. Ele teria vindo, de acordo com a SMS, em uma poltrona distante do passageiro que teve confirmada a infecção pelo coronavírus (não há, contudo, confirmação se a infecção é pela nova variante). Mesmo assim, seguirá em observação e deverá passar por novos testes de Covid-19.

Em entrevista à RPC, o secretário estadual de Saúde, Beto Preto, avaliou como pequenas as chances de a nova variante Omicron se alastrar pelo estado. “A nossa vacinação é muito boa, a cobertura vacinal é muito boa, diferente do Leste Europeu, diferente dos países da África”, disse o secretário. Mesmo assim, afirmou Beto Preto, todos os municípios do estado serão orientados a monitorarem as pessoas recém-chegadas do exterior.

Web Stories

Estreias da semana

Final de La Casa de Papel chega nesta sexta na Netflix, confira lista!

Saúde

Como controlar a pressão sem remédio?

Cuidado

Cachorro deprimido? Conheça 5 sinais da doença

Quanto mais Vida, Melhor

Neco atira contra o carro de Paula