A Sanepar iniciou, nesta quarta-feira (2), a substituição das primeiras redes de distribuição de água, instaladas antes de a empresa assumir o sistema de Guaíra, no Oeste do Estado. Serão trocados 16 mil metros de rede de ferro fundido por 32 mil metros em rede de polivinil (PVC). Para executar essas obras a Sanepar vai aplicar R$ 274 mil de recursos próprios.

Além de ser de ferro, as antigas redes foram instaladas no meio da via pública, com a finalidade de atender os moradores dos dois lados da rua. Com o crescimento da cidade e com a aplicação da pavimentação asfáltica o trabalho de manutenção e conserto das redes se tornou mais difícil e oneroso, causando mais transtornos para a população com a interdição do trânsito e interrompendo o abastecimento por períodos maiores de tempo.

A substituição será feita na área central da cidade, compreendendo as ruas Sete Setembro – entre a Avenida Coronel Otávio Tosta e Rua Santos Dumont -, Rua Cássio Nunes – entre a Paraguai e Avenida Tomaz Luiz Zebalos -, ruas Antonio Francisco da Costa, Luiz Haspen e João Guimarães Rosa, no entorno do anel da Praça Castelo Branco. Algumas ruas, que têm ligação com a área central, também terão as redes substituídas em trechos menores.

O prazo para a execução das obras é de 120 dias. Para o gerente regional da Sanepar, Pedro Brum, a nova rede trará benefícios para a Sanepar, para a cidade e para os moradores de Guaíra. ?Em casos de vazamentos ou de manutenção preventiva, o serviço será mais rápido, os usuários ficarão o menor tempo possível desabastecidos, as ruas não serão mais danificadas?, destaca o gerente.

Para realizar as obras, no entanto, é necessário quebrar as calçadas e pavimentos. O que for danificado será recomposto, até o término das obras, pela empresa contratada ou pela própria Sanepar sem ônus para os usuários.

A Sanepar pede a compreensão da população para os eventuais transtornos. Os inconvenientes são temporários e visam a melhoria do sistema de abastecimento de água. Em caso de dúvida, os usuários podem ligar para o telefone 115 ou 3642-1404.