Fundada no dia 9 de junho de 1852, a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia da Curitiba, reconhecida como ícone da capital, se prepara para as comemorações do sesquicentenário, no próximo domingo. Os festejos serão abertos às 10h, no Hospital de Caridade da Santa Casa, na Praça Rui Barbosa, no centro, com a inauguração de novos leitos de UTI, do memorial e da Ala Virmond de Lima. Também será entregue o restauro da fachada e lançado o selo comemorativo dos 150 anos.

Às 18h, será celebrada missa solene de ação de graças na Catedral de Curitiba. Diversas solenidades vão se estender até o dia 23 de março do ano que vem, data do centenário do Hospital Psiquiátrico Nossa Senhora da Luz, que também faz parte do sistema Santa Casa. Inserida na tradição portuguesa das Misericórdias do Império Ultramarino, a irmandade é a mais antiga instituição hospitalar do Paraná. Destacam-se as personalidades dos médicos José Cândido da Silva Muricy, André de Barros e Mário Braga de Abreu, de dom Alberto José Gonçalves e de madre Maria dos Anjos, entre tantos benfeitores.