A Resolução 216 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que traz uma padronização nacional nos procedimentos de preparo de alimentos em bares e restaurantes, começa a vigorar hoje e prevê multas de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão para aqueles que não estiverem de acordo com as novas normas. Porém, segundo estimativas da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), menos de um por cento de estabelecimentos em todo o País atendem às exigências da nova legislação.

As ações de fiscalização em Curitiba, afirma o secretário municipal da Saúde, Michelle Caputto Neto, irão acontecer conforme a resolução, ainda que num primeiro momento tenham caráter de orientação. ?Mas os estabelecimentos que puderem colocar em risco a saúde da população serão fechados, como já vinha acontecendo?, diz Caputo.