Com mínima de 8,2 graus, a madrugada de ontem foi a mais fria do ano na Grande Curitiba, mas está longe de ser a menor temperatura desta semana. O meteorologista da Climatempo, André Madeira, antecipa que as mínimas baterão recordes sucessivos. Segundo o Instituto Tecnológico Simepar, hoje os termômetros devem marcar entre 5 e 18 graus em Curitiba e região. Amanhã, a previsão é de mínima de 2 graus e máxima de 19.

Madeira reforça o alerta para geada amanhã. “De terça para quarta haverá intensificação da ação da massa de ar polar e será o desdobramento natural da geada nas primeiras horas de quarta-feira, porque a queda brusca de temperatura deve fazer com que os termômetros fiquem entre 2 e 19 graus”, explica. Para quinta-feira, o Simepar prevê variações de 3 a 21 graus. Na sexta-feira, a mínima sobe um pouco, para 6 graus, e a máxima prevista também é de 21 graus.

O rigor das temperaturas terá sua compensação com dias de céu azul e para quem não gosta de chuva, sem qualquer ameaça de precipitações. “Depois da névoa característica do início do dia, o sol reinará durante toda a semana”, acrescenta Madeira. A falta de chuva, no entanto, fará com que a umidade relativa do ar, que ontem ficou na casa dos 55%, caia para níveis entre 30% e 40% nesta gélida semana.

Temporal

Pelo menos uma pessoa morreu em decorrência do temporal seguido de rajadas de vento de até 93 km/h que atingiu o Rio de Janeiro no início da manhã de ontem. O motorista Ronaldo Gonçalves, de 37 anos, estava dentro de uma van atingida por uma árvore que caiu no centro. A Secretaria Municipal de Educação informou que 53 escolas da Prefeitura suspenderam as aulas.