No Velódromo de Curitiba, localizado no Jardim Botânico, está sendo comemorada a II Semana do Tenista. Este evento tem como objetivo incentivar a prática esportiva do tênis, através de clínicas oferecidas para os alunos da rede municipal de ensino. A II Semana do Tenista é realizada pela Federação Paranaense de Tênis, com o apoio da Secretaria Municipal do Esporte e Lazer, Secretaria Municipal de Educação e a Prefeitura Municipal de Curitiba. Cerca de 1.500 alunos da rede municipal de ensino estão tendo a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre essa modalidade e sentir na prática a emoção de pisar nas quadras. A Semana do Tenista é comemorada entre os dias 06 e 10 de agosto.

As clínicas práticas sobre o tênis são ministradas pelos professores da FPT e colaboradores, no Velódromo de Curitiba, localizado no Jardim Botânico, nos turnos da manhã e tarde, atendendo 150 crianças por período. As aulas acontecem das 9h às 11h e das 14h às 16h.

Tradicionalmente, a Semana do Tenista é comemorada na segunda semana do mês de junho, porém, em virtude dos treinamentos para o Pan-americano, no Velódromo, utilizado pelos atletas do ciclismo, a data teve que ser adiada.

A Semana do Tenista já faz parte do Calendário Oficial de Eventos do Município de Curitiba, com base na Lei nº 11.523, de 07 de outubro de 2005, de autoria do vereador Sérgio Ribeiro. Este evento tem como objetivo fortalecer e incentivar a prática do tênis em Curitiba, possibilitando o acesso de crianças e jovens à iniciação deste esporte.

Autor do projeto ganhou vários títulos no tênis

O vice-presidente da FPT e vereador, Sérgio Ribeiro, foi um atleta de destaque no tênis. Nos seus 10 anos de prática esportiva, entre os anos 1977 e 1987, disputou as categorias Infanto e Juvenil, conquistando 20 títulos Paranaenses, 08 Brasileiros, 06 Sul-Americanos e foi vice-campeão Mundial. No profissional, Ribeiro ficou entre os 200 melhores no ranking mundial de duplas e entre os 400 no ranking mundial simples.

Ribeiro ressalta a importância do tênis na região Sul do País, devido à tradição mantida com a prática deste esporte, que ganhou impulso com o tenista gaúcho Thomaz Koch, quando em 1963 foi considerado o melhor tenista do mundo em sua faixa etária e a paranaense Gisele Miró, campeã pan-americana de tênis e o exemplo mais recente, o tenista catarinense Gustavo Kuerten, tri-campeão de Roland Garros, na França.

O ponto fundamental para Sérgio Ribeiro, é o reconhecimento da contribuição da prática esportiva para a promoção social, que integra jovens e crianças à sociedade e promove à cidadania.

Para maiores informações: Federação Paranaense de Tênis (FPT) ? 3365-2404.