Servidores da saúde pública realizaram um protesto na Praça Nossa Senhora de Salete, em Curitiba, na manhã desta segunda-feira (30). O protesto teve início às 8h da manhã e reuniu cerca de 500 pessoas até a hora do almoço, aproximadamente. As lideranças da Secretaria de Estado da Saúde e do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Pública do Estado do Paraná (SindSaúde-PR) se reuniram, por volta de 11h30, para debater a questão.

A manifestação se deslocou até a frente do Palácio das Araucárias. Uma das faixas da Avenida Cândido de Abreu foi interditada para que o grupo fizesse seu protesto. A presidente do SindSaúde, Elaine Rodella, afirmou que apenas servidores em folga e aposentados participaram do protesto, não afetando os serviços.

Os trabalhadores querem um Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos adequados à categoria. A presidente do SindSaúde explica que a proposta da entidade é instituir im máximo de 30 horas de trabalho semanais, o reajuste  da Gratificação de Atividade de Segurança, entre outras reivindicações.