Foto: Lucimar do Carmo

Irene Rodrigues dos Santos: mudando a estratégia.

Depois da aprovação do reajuste de 6% para os servidores pela Câmara Municipal de Curitiba, o sindicato da categoria promete mudar a estratégia de reivindicação.

Com reunião marcada para amanhã com representantes da administração municipal, a presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Curitiba (Sismuc), Irene Rodrigues dos Santos, acredita que pode avançar tratando de pautas específicas junto às secretarias municipais.

?Nossa intenção não é fazer greve para prejudicar a população. Como é um ano eleitoral, queremos mostrar como a administração trata seus funcionários?, falou Irene. Ela garantiu que irá adotar outras formas de manifestação. Além do reajuste de 27%, os trabalhadores defendem um vale-alimentação de R$ 7 e a instalação de comissões de prevenção a acidentes e assédio moral.

Segundo Irene, em relação ao assédio moral a administração se nega a voltar a negociar. ?Por isso vamos cobrar isso na justiça?, garantiu.