A chegada de um ciclone deixa o mar agitado e causa rajadas de vento nesta segunda-feira (8) na região litorânea do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O meteorologista Fernando Mendes, do Instituto Tecnológico Simepar, explica que o fenômeno permanece no oceano e será monitorado nas próximas 72 horas.

“A tendência é de que o ciclone se desloque para o alto mar, mas a situação pode se reverter e se intensificar nos próximos dias”, diz o meteorologista.

Segundo o Simepar, o fenômeno mantém a nebulosidade presente entre os setores central e leste dos três estados do Sul do país. Para as próximas 24 h, o forte calor e a estabilidade atmosférica predominam para a maioria das regiões paranaenses.