Depois do temporal que atingiu Curitiba e a Região Metropolitana no último domingo, o Instituo Tecnológico Simepar prevê uma acentuada queda de temperatura em todo o Estado. Na madrugada de amanhã, são esperadas geadas fracas no Norte do Estado, moderadas no Oeste, Sudoeste e Leste e de forte intensidade no Centro-Sul.

Segundo o meteorologista Itamar Moreira, as temperaturas devem chegar a zero grau neste fim de semana em Curitiba e a menos dois graus em Palmas, no Sul do Estado. “A partir de amanhã (hoje), as pessoas podem esperar céu com poucas nuvens e muito frio”, alertou Itamar.

Sobre a chance de nevar no Estado, o meteorologista não descarta a possibilidade, mas também explica que não há como prever com muitos dias de antecedência a ocorrência do fenômeno meteorológico. “Temporais como aconteceram no domingo passado e neve só é possível prever em um curto espaço de tempo, com três ou até menos horas antes”, explica.

Sensação de frio

Além das baixas temperaturas, mais dois fatores contribuem para deixar os dias frios durante o inverno: o vento e dias curtos. “A sensação térmica causada por dias úmidos e com muito vento, aumenta o frio sentido, mesmo com temperaturas não tão baixas. E os dias curtos, com menos horas de luz solar, têm menos tempo com temperaturas amenas”, explica o meteorologista Samuel Braun. As previsões do Simepar podem ser conferidas no site www.simepar.br.

A quinta-feira foi o dia mais frio do ano no Rio Grande do Sul, com geadas em todas as regiões do Estado. A temperatura mínima foi registrada em Cambará do Sul na região dos Aparados da Serra, e chegou a 3,9 graus negativos. Em Porto Alegre, os termômetros indicaram três graus positivos no fim da madrugada e, durante a tarde, subiram a 14 graus.