O domingo (29) é de oração coletiva em Curitiba pedindo proteção da população contra o coronavírus. Sem poder comemorar o aniversário de 327 anos da capital neste domingo, sinos das igrejas católicas e evangélicas de toda a cidade tocarão juntos ao meio-dia pedindo proteção. Até sábado (28), a cidade tinha 75 pacientes confirmados com o covid-19 e nenhuma morte. A ação é resultado de um pedido do prefeito Rafael Greca ao arcebispo de Curitiba, dom José Antônio Peruzzo.

Na Catedral Basílica, na Praça Tiradentes, no Centro, os sinos começaram a tocar exatamente ao meio-dia. A igreja não teve missa, estava vazia, mas de portas abertas. A Guarda Municipal (GM) orientava as pessoas a não permanecerem dentro do santuário. Do lado de fora, menos de dez pessoas foram acompanhar o soar dos sinos pessoalmente. A orientação dos especialistas ainda é ficar em casa por causa do coronavírus.

LEIA TAMBÉM – “Temos que ter mensagem única contra o coronavírus”, reforça Greca a governador e prefeitos

Aniversário de Curitiba: Sinos das igrejas tocam ao mesmo tempo neste domingo (29), ao meio-dia, pedindo equilíbrio e fé, durante a pandemia do coronavírus (Covid-19).

Posted by Tribuna do Paraná on Sunday, March 29, 2020

Entre os fiéis que foram à catedral estava a advogada Rosane Frason, 44 anos, moradora do bairro Abranches, que foi de bicicleta até a catedral, exclusivamente, para acompanhar o chamado do sinos. “Na igreja do Abranches também teria, mas achei importante vir até aqui”, disse.

Para a advogada, o momento é difícil. “Saber que o povo está reunido em fé em oração é muito importante. Para a igreja e para todas as religiões, viver esse momento difícil unidos será fundamental para que a gente vença o coronavírus. Por isso, fiz questão de vir até aqui”, explicou a Rosane, que diz estar fazendo quarentena, em casa, com trabalho remoto.

VEJA TAMBÉM – Exame do coronavírus: saiba como são feitas as análises que salvam vidas

Outras paróquias

Durante a live da oração na catedral, o Facebook da Tribuna recebeu diversas mensagens de leitores relatando como estava a oração coletiva nas suas paróquias, como Portão, Abranches, Santa Quitéria, Lindóia, Santa Felicidade, Hauer, Centro, Capão Raso entre outros bairros da capital.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: